Fotografias: paisagens e pessoas

 Por Daniel Mobília
Qualquer pessoa pode apontar uma câmera fotográfica para qualquer lugar, apertar o botão e pronto, a foto está feita. Mas é isso que você realmente quer?
Apontar a máquina e apertar o botão fica muito mais interessante quando estudamos a cena que queremos registrar. Uma bela paisagem só é bela quando está bem composta. O assunto principal não precisa ficar exatamente no centro da fotografia pois pode tornar a imagem enjoativa. Acrescente “linhas acentuadas” como um rio, estradas, trilhas, cercados, etc, e procure fazer com que essas “linhas” sejam guiadas até o assunto principal da foto.  
Outro fator importante é o da luz natural. Essa luz, proveniente do sol, tem variações ao longo do dia, o que muda a tonalidade da imagem captada. Na parte da manhã, até mais ou menos 10hs, a luz tem uma tonalidade meio amarelada e alaranjada. Entre meio dia e 17hs a luz passa a ser branca, dando equilíbrio as cores. Após as 17hs, a luz volta a ficar amarelada e alaranjada, acrescentando tons mais avermelhados dependendo do lugar. A posição do sol também é importante. Quanto mais inclinado o sol estiver, maior e mais definidas serão as sombras em sua imagem. Em tempos nublados, a foto ganha tonalidades azuladas e a luz fica mais amena. A regulagem do balanço de branco (WB – white balance) e o ISO da máquina pode ajudar a captar melhor a sua foto. Esses dois assuntos veremos nas próximas colunas.
    

Paisagens resolvidas, o que fazemos quando o fator “pessoa” é incluído na foto?

Em uma viagem seu amigo pede para fazer uma foto em frente a algum monumento ou obra de arte famosa. Aí seu amigo vê que realmente saiu na foto. Mas o monumento saiu pela metade ou nem saiu. Para que isso não ocorra é necessário mais bom senso do que técnica.

 Não há a necessidade de ficar próximo ao monumento pois você não terá a perspectiva de um todo. Peça para que a pessoa a ser fotografada se afaste alguns metros do objeto. Assim você cria uma perspectiva geral da foto, alinhando pessoa e objeto. Todos sairão na foto e você poderá mostrar realmente que estava lá! Veja como exemplo a foto da nossa companheira do blog, Jussara Soares.


Nem sempre estamos com amigos ou as vezes queremos que todos saiam na foto. Então pedimos para alguém fotografar. Também nem sempre teremos alguém disposto e com bom senso, portanto calcule a distancia certa e deixe a máquina já regulada para a foto. Depois é só deixar que apertem o botão!

Até a próxima!
Deixe seu Comentário